Mantenha seu Cliente Motivado. Entregue-lhe resultado.

Todas pessoas que desejam melhorar a sua beleza estética esperam obter sucesso no alcance dos resultados pretendidos quando procuram os serviços de Educação Física, Nutrição e Medicina, mas nem sempre os resultados tão desejados chegam de forma animadora logo na primeira reavaliação.
O único problema é que, por exemplo, em condições normais, para conseguir emagrecer a pessoa deverá estar em balanço calórico negativo (BCN), isto quer dizer ingerindo menos calorias do que gasta ou gastando mais calorias do que ingere (existem distúrbios metabólicos e outros fatores que não abordaremos neste momento). Para muitas pessoas isso exige uma mudança significativa nos hábitos cotidianos que, na maioria dos casos, não mudam do dia para a noite.
Se na próxima reavaliação a pessoa avaliada não tiver alcançado um resultado minimamente animador ela começará a se concentrar no pensamento pessimista desanimador.
Não defina metas difíceis de serem atingidas. Defina metas parciais. Por exemplo, se a pessoa avaliada é homem com 45 anos de idade e está com 28% de gordura (classificação RUIM para este sexo e faixa etária) o mais recomendado é que na próxima reavaliação a meta seja mudar para a próxima faixa na tabela de classificação que é ABAIXO DA MÉDIA, depois de atingida a nova meta será MÉDIA, depois a nova meta será ACIMA DA MÉDIA, depois será BOM e assim consecutivamente. Não queime todas estas etapas e lembre-se de cada degrau que precisamos subir para chegarmos ao objetivo final.
Também é bastante recomendado que o profissional apresente à pessoa avaliada não somente dados de composição corporal, mas outras variáveis que normalmente melhoram em um pequeno espaço de tempo como a quantidade de calorias reduzidas na ingesta diária, as valências flexibilidade, resistência física, força muscular, coordenação motora, velocidade pois se estes dados apresentarem melhoras significativas ou expressivas elas tendem a contribuir com a manutenção do ânimo da pessoa avaliada, pois estão sendo evidenciados alguns outros “sucessos” que a pessoa avaliada já obteve.
Alguns testes simples, rápidos e fáceis de serem aplicados podem fazer toda a diferença nesta hora. Por exemplo, aplique o teste sentar e alcançar no banco de Wells, abdominal em 1 minuto, flexão de braços no solo, corrida de 20 metros, impulsão vertical, impulsão horizontal
Verifique também a pressão arterial de repouso e a frequencia cardíaca de repouso;
A escala analógica de dor (quando o cliente apresenta algum quadro doloroso) pode ser uma boa opção.
O profissional também pode apresentar a própria evolução dos pesos utilizados na sala de musculação e/ou ginástica, a distância total percorrida no ergômetro na mesma unidade de tempo, o nível de carga utilizada no ergômetro, a maior velocidade atingida, o maior tempo trabalhado dentro da zona alvo, as mudanças bem sucedidas para comportamentos saudáveis, a melhora na qualidade do sono e tantas outras que podem contribuir consideravelmente com a manutenção do ânimo da pessoa avaliada.
Modifique periodicamente qualquer rotina prescrita e abuse da sua criatividade utilizando ao máximo o revezamento das estratégias e dos recursos disponíveis.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *